domingo, 2 de novembro de 2008


a noite aproxima-se

e com ela o manto negro do sossego...

os duendes saem do esconderijo,

as águas abrandam,

as crianças dormem o sono dos justos

e os sonhos começam a ser gerados...

os principes selam os cavalos,

as fadas preparam os seus pós mágicos,

as folhas caídas no chão ganham vida,

acha-se a imaginação perdida,

a floresta canta baixinho...

a cor preenche os vazios,

os mares entrelaçam-se nos rios,

as estrelas do mar sobem ao céu,

e sobre ele desenham um místico véu...

chegou o tempo dos sonhos,

chegou a altura dos homezinhos risonhos,

pequeninos e ladinos,

practicarem as suas travessuras...

de jogarem ás escondidas entre malmequeres,

entretidos e alegres,

como as crianças que com eles sonham...

que bela é a visão deles,

onde apenas fadas e espadas,

princesas e sereias,

são os seus deleites,

os seus presentes e enfeites,

próprios do mundo das crianças...

as nossas belas esperanças...





3 sonharam comigo...:

Antonio saramago disse...

Como é tão fascinante ler-te!
Tem umas boas férias minha amiga...

Antonio saramago disse...

ja tives-te a visita da COLIBRY, excepcional o blogue dela...
Tu minha amiga, que transpiras Sensualidade, que tens todo o Amor do mundo para dar, que dás de mão beijada a tua amizade, a ti te agradeço por pertenceres também ao meu coração.
Aproveita bem estes diazinhos..

Anónimo disse...

Felizmente com as férias voltas a escrever, um beijo no......JE

Enviar um comentário