quinta-feira, 16 de outubro de 2008


sempre que me sinto em baixo,

abro um livro de fábulas

e me delicio com as fadas...

perco-me por entre as florestas

onde reinam os duendes,

escondo-me em tocas de lobos,

pinto-me com as cores dos sonhos,

e deixo-me ir no meu pégaso...

uma sensação de calma,

uma invasão de ternura,

um alimentar de alma,

um atenuar de amargura...

envolvo-me nas asas das fadas,

onde me aninho com vontade,

respiro por bolinhas de sabão,

onde sou eu de verdade,

e tenho por companhia uma ilusão...

nesse mesmo livro de fábulas,

onde secretamente com me encontro com as fadas,

regresso á infância,

volto a ser criança,

e como me faz sentir bem...

poder acreditar que a magia existe,

poder brincar sem controles ou responsabilidades,

onde tudo se assume como verdades,

onde os reinos são encantados....

guardo esse livro no coração,

onde me esqueço da razão,

e me permito voar...


6 sonharam comigo...:

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava!!!!!!!!


Voa voa! :D
Gosto de coisas que voam!

E dos sonhos, e fadas....

:)


beijinhos

Delfim peixoto disse...

Gostei

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Vim agradecer e retribuir a visita. Gostei destes sonhos.

Antonio saramago disse...

EU TA,MBÉM GOSTAVA DE VOAR, mas faltam-me as ASAS!!!

Antonio saramago disse...

O que vale é que tens um forte poder de encaixe e levas de vencida todas as atribulações.

Antonio saramago disse...

Já não estou sózinho.

Enviar um comentário