domingo, 25 de outubro de 2009

Metamorfose...


Abro os olhos e deparo-me com as diferenças...
As que marcam as minhas presenças...
Traços que outrora escondera, abafara
por medo da esfera não assentada...

Impulsividade, talvez a palavra que melhor me defina...
Volatilidade, algo com que se escreve a minha sina...
Sensibilidade, a que crava a minha cruz...
Inconstância, o terrivel guia que me produz...

De larva a borboleta? Ou de borboleta a larva?
Um acordar que negava ao fio da navalha...
Para mim um libertar... Aos outros um estranhar...
Um casulo que se abre... Uma nova pessoa que nasce...

Alma cravada e gravada em espinhos afiados,
Os que nunca dei a picar mas com os quais me feri,
Rosas que revelei em dias de calor, os que criei por amor,
Hoje esmagam-se em pegadas minhas... as que não pedi...

Mudança... A que se adivinha... Sinto-a aproximar...
Desejo-a, no meu ser se instala... Deixo-a se entranhar...
Como duna que se forma ao sabor do vento...
Como chuva que cai na bruma feita a meu tempo...

Metamorfose... A minha...
Quem serei eu um dia?
Não sei, mas apenas de uma coisa eu saberei...
Serei eu e mais ninguém...




6 sonharam comigo...:

Kotta1947 disse...

Uma borboleta linda e muito colorida daquelas que apetece agarrar mas não o fazemos para não a estragar e ela poder continuar a voar. Bjs

lia disse...

A maior distinção do ser humano inteligente é a sua disponibilidade para aprender e com isso crescer...

JP disse...

Ao que foste,
Pelo que és,
serás sempre uma pessoa de valores e de imenso valor!
Bjs

marco disse...

nesse teu sonho nao entra um marco??? lol

Antonio saramago disse...

Quem, me dera que tu fosses a borboleta que anda sempre de volta de mim e que eu apanho sempre com muito carinho para não lhe partir as asas.
Mas tu és uma borboleta que estás longe e as tuas asas não t~em força para fazer o caminho, é essa a minha grande tristeza, porque o que eu queria que tu fosses um dia, era que fosses eternamente minha AMIGA...
TUDO TEMO SEU FIM E todos nós Acabamos e tudo se esquece..

zafnathpanea disse...

Senti-me... ilustrado, por assim dizer, com estas palavras... principalmente nas palavras com que te descreves: impulsividade... volatilidade... sensibilidade... inconstância... "an exact copy" do que eu diria, talvez... amei.

bjs

Enviar um comentário