sábado, 3 de outubro de 2009

Queda


Folha de Outono que cai...
Brisa que a pele alisa em jeito brando...
Como se entoasse um doce e venenoso canto...
O que na Natureza se produz, não retrai...


Ténue, frágil, quase sem se dar por isso
assim ela cai e se quebra o seu feitiço...
Sózinha, desprovida de espólios ou bagagens,
Assim vai observando as suas margens...


Olhos cerrados na sua viagem, vidrados
e cansados, parcos na sua coragem...
Vão soltando como que gotas de orvalho,
Fruto da sua luta, cansaço, infrutifero trabalho...


Uma entre tantas folhas de Outono, apenas vai caindo,
Abraçou o sol, sorriu perante um beijo dado por baixo de si,
Vibrou com veemência na luz que incidiu sobre si,
As cores foi perdendo e do seu útero foi saindo...


Queda vertiginosa, de todo saborosa,
mas necessária ao equilibrio...O que lhe é exigido...
Jaz no chão,pintada em tons de solidão...
Prostada num canto qualquer, o que ninguém quer...


Agradeçeu a dádiva, foi importante...
Mesmo que não se tenha dado como notada...
Fez parte do circulo, teve o seu tempo, viveu...
Folha de Outono que nasceu vibrante...
Pela vida cuidada, abraçada e assim permaneceu encantada...
Mas o seu tempo chegou, e como uma pluma desfaleceu...




6 sonharam comigo...:

lia disse...

Sempre considerei as folhas outonais como as mais belas... no meu país toldam-se em tons vivos, vermelhos... por aqui são de tons terra, é pena... mas se colheres do chão uma folha de outono, ela ainda estará igual na primavera (mas o contrário não se dá) Talvez quando o ciclo da vida termina estamos destinados a ser eternos...

Antonio saramago disse...

Mas tu estás sempre de pé!!!
Sempre bonita!!!

Gilvânia C. Duarte disse...

"Agradeçeu a dádiva, foi importante...
Mesmo que não se tenha dado como notada...
Fez parte do circulo, teve o seu tempo, viveu...
Folha de Outono que nasceu vibrante...
Pela vida cuidada, abraçada e assim permaneceu encantada...
Mas o seu tempo chegou, e como uma pluma desfaleceu..."

Por mais triste e dificil o momento, ele sempre nos ensina algo que levaremos o resto da vida.

Tenha uma maravilhosa semana

Beijos

A Teoria do Kaos disse...

Olá,

Vinha dar a conhecer o Grupo Animais em Portugal
http://groups.google.pt/group/animais_portugal?hl=pt-PT

Assim se gostarem de Animais passem por lá e inscrevam-se…

Os amigos de 4 patas agradecem!

Cumprimentos,

Kotta1947 disse...

Somos todos como as folhas, nascemos como rebentos andamos por cá um tempo e deixamos os ramos que nos prendem à vida e docemente baixamos à terra que nos deu o ser. Bjo.

Milésimo disse...

Uma folha que cai... pode ser coisa linda.
Imagina escreveres este poema numa folha e largares ao vento... podia ser coisa linda se eu a encontrasse.

Bjs

Enviar um comentário