segunda-feira, 9 de novembro de 2009


Escrevo... apago... escrevo... deito fora...
Perdi o toque! A vontade! A magia...
O que tinha de mais precioso e meu...
Perdi-o... O que me dava força morreu...

As palavras que me soltavam os sentimentos,
perderam-se nos meus mais negros momentos,
Já não me soam a nada... Nem a Cântico de Fada
ou cantilena de Bruxa que a maldade puxa...

Com a tristeza, amargura, esvai-se a minha cândura...
Mesmo em noites de mar revolto,
Onde afogo o meu maior desgosto,
Já nem as ondas me revelam o brilho das letras...
Até isso fui perdendo... A seu tempo...

É com mágoa que me desfaço em água...
A de não querer, conseguir ou sequer sentir
o que antes adorava... a minha escrita sagrada...
Solidão profunda... A de não as ler como antes...

Rimas sempre as fiz, coordenar as palavras também...
Mas sempre com alma! A que agora me falta!
Os gritos que elas abafaram e que nunca os dei,
As desilusões que nunca contei,
Os sonhos que com elas pintei,
Os pesadelos com quem elas assustei,
Os mundos que escondi e a elas dei...
Todas elas estão vazias... ôcas... perdidas... môcas...

"Once there was light in my life,
Now there's only love in the dark...
Nothing i can say...
A total eclipse of the dark..."

8 sonharam comigo...:

zafnathpanea disse...

senti uma tristeza tão grande ao ler tuas palavras... sei demasiado bem o que é isso... ou acho que sei... querer escrever e... não sair nada... ou sair mas, para nós, não ter sentimento... eh como agora: escrevo mas o que que sai não é... bem o que quero... e apetece berrar, gritar... sei lá!

pourquois en français?

bjs

Kotta1947 disse...

Até eu sei o que isso é. Talvez porque se perdeu aquele fervor, aquela alegria em escrever que só em pensar já faz aborrecer. Tenho esperança que voltará tudo ao normal. Bjos

Anónimo disse...

Minha querid AMIGA@ mesmo que sinats o que escreves-te continua a ser belo.
Minha linda estás sempre.

Beijos adoro-te *****

Paula Coelho

JP disse...

Por muito triste que seja aquilo que escreves, consegues sempre cativar a leitura desses tristes sentimentos que são momentos só teus, naquilo que me toca em particular apesar da tristeza, adoro ler-te!
Beijinhos

Å®t Øf £övë disse...

Todos passamos por fases assim, em que nos falta a inspiração, as palavras, mas sobretudo a alma. Mas um dia quando menos esperamos tudo isso volta, porque quer se queira quer não, a vida é feita de ciclos.
Bjs.

maria disse...

Amiga, um amigo nosso, disse-me ontem que andamos todos"as"com o mesmo sentir. Passará...
Um santo Natal, dentro dos possiveis.
Beijo amiga.
Maria

EstrelaRoxa disse...

adorei este :)
Profundo..especial...


Abraço e boa continuação

José Rios http://terradonabo.blogs.sapo.pt disse...

Muito muito bom! :)

Enviar um comentário