segunda-feira, 15 de junho de 2009


Pegadas vão-se formando na terra
que piso a cada caminho que desbravo,
Brasas vão ficando na esfera
que viro sem olhar para o chão marcado...

Passos que vou dando à lua,
Livre de pesos ou medos,
Onde a roupa vai caindo deixando-me nua,
Solta de histórias e enredos...

Estrelas que vou perdendo de vista
mas que me acalentam a cada esquina,
Pedaços que vou colecionando
a cada sonho que comando,
Fragmentos de momentos,
Estilhacos de sentimentos...

Vou deixar a rua me levar
para onde existe o puro amar,
Vou permitir que o teu sorrir
me faça crescer e evoluir...

Se me perder na vida não importa,
Se me afogar no teu olhar não vou chorar,
Não quero saber do amanhã ou da hora,
Apenas que quero ser eu, a poder te amar...

Tantas vezes peco pelo excesso,
Tantas vezes perco pelo exagero...
Tantas vezes erro pelo insucesso,
Tantas vezes me queimo pelo desespero...

Vou deixar a rua me levar,
Para onde ela achar ou ser correcto,
Seja para terra firme ou alto mar,
Desde que seja o teu porto concreto....

Pegadas...as que deixo na areia...
Como se pudesse ser a tua sereia...

8 sonharam comigo...:

Dri Viaro disse...

Passo pra conhecer seu blog, e desejar boa semana

bjsss

aguardo sua visita :D

Milésimo disse...

O teu texto, como sempre mágico e lindo.

Na praia deserta está a sereia
no coração do teu sentimento incerto
procura pelos cantos dessa areia
que encontras um coração aberto

Bjs

KOTTA disse...

Vou deixar a rua me levar para onde
eu possa amar.Não tenho jeito
para comentar, que posso dizer
a uma pessoa que escreve com este nível e elegancia.Bjs.

White_Fox disse...

Excelente post.
bjs

orkide@ disse...

Deixarmo-nos ir...
Faz-nos tão bem, às vezes. Outras vezes também é preciso.

Gostei imenso.


Bj

orkide@ disse...

Deixarmo-nos ir...
Faz-nos tão bem, às vezes. Outras vezes também é preciso.

Gostei imenso.


Bj

Å®t Øf £övë disse...

Há músicas que falam por nós. Eu pessoalmente também gosto muito desta música da Ana Carolina, à semelhança de mais umas quantas dela.
Bjs.

lia disse...

Que essa rua te leve num caminho de passos brandos que desaguem num abraço amigo que saiba acolher tal amor.

Enviar um comentário