quarta-feira, 3 de junho de 2009


Tristeza, de ti tirei mestrado...
Angustia, tratei-te por tu em tantas alturas...
Lágrimas, fieis amigas e companheiras,
Acompanharam-me em tantos cantos,tantas beiras,
Que de mim já me perdi...

Solidão,a minha sombra do passado...
Inércia, abafaste-me tantas loucuras...
Demência, criadora de imensas rasteiras,
Criaste-me ilusões de tantos feitios e maneiras...
Que de mim já me perdi...

Num abismo me deparei
Dei um passo em frente e espreitei...
Se seria a queda a saída
Para uma vida mais que sofrida...

Alguém me soprou ao ouvido palavras
que eu lhes tinha perdido o sentido,
Alguém abriu as majestosas asas
e aninhou-me no seu paraíso....

Um anjo que me mostrou que a vida mudou,
Um anjo que me deu o que agora nasceu,
Uma réstia de esperança...
Um rastilho de uma boa lembrança...
De que a vida é preciosa,
Tem espinhos sim mas cheiro de rosa,
Efémera mas presente,
E um anjo não mente...

De mim me tinha perdido,
De mim me tinha afastado,
Anjo puro e dourado
Deste-me de volta o sorriso roubado...

12 sonharam comigo...:

Antonio saramago disse...

Não sei com que intuito fizeste esta postagem, não sei se foi a circunstãncia própria da vida ou apenas imaginação, mas tomo a liberdade de aqui deixar expresso que tudo o que escreves-te faz parte da tua vida, do teu dia a dia e foi esta a forma de aliviares a dor que o teu coração suporta, mas minha sempre querida amiga, tu vais conseguir ultrapassar tudo isso, com a tua energia e capacidade de raciocinio, vais conseguir vwencer.
Não vires as costas á tua felicidade, mesmo que para tal muitos espinhos tenhas que pisar.

KOTTA disse...

Não sei como comentar,a realidade como descreve os sentimentos de uma vida talvez sofrida. Mas amiga
força na maionese como diz o Pedro
Grangel.Um beijo

Milésimo disse...

Aquilo que vi e li...
Desespero, sofrimento, desistencia,
esperança...
Quanto ao abismo, nem sequer espreites pois podes escorregar...
Nem penses nisso...
Baseia-te na esperança que é quase a ultima a morrer porque a ultima a morrer no resto dos maus sentimentos, és tu.

Bjs Maravilhosa Criatura

Milésimo disse...

O texto é maravilhoso pela sua beleza de construção e tudo o que transmite.
Pena que prevaleça a tristeza nos teus poemas.
Só gosto do Sonhos e não do Pesadelos

Bj a ti Sonhos

★ Aralis ★ disse...

.....
Por vezes, o realismo e veracidade que transmites deixa-me sem palavras.
Consegues tocar o coração de uma forma sublime.

Beijocas

Å®t Øf £övë disse...

Todos passamos por fases más assim na vida, mas temos que ter sempre a certeza que depois vem uma fase boa porque a vida é feita de ciclos, e tudo muda e evolui.
Nas alturas más temos que nos agarrar a isso para as conseguirmos enfrentar e ultrapassar.
Bjs.

Homem de Ferro disse...

Ola sonhos/pesadelos :)

Esta Lindissimo , gostei bastante de te ler !
Eu sei do que escreves , eu também acredito que vou voltar a sorrir , e Sei que vais sorrir bastante !!!

Beijo

A Teoria do Kaos disse...

Muito intenso!

Bjs

sonhos/pesadelos disse...

António,és das poucas pessoas que me conheçe pelo que sou,e a tua amizade para mim não tem preço amigo,não tem...adoro-te!!!
bjs endiabrados

Kotta,as minhas realidades ao pé das suas são meros abalos...admiro-a muito!!!!
bjs endiabrados

sonhos/pesadelos disse...

Milésimo,o abismo muitas vezes faz-nos acordar...quanto à escrita,muito aprendi contigo,e sabes bem disso.pela tua a minha evoluiu,obrigada amigo...
bjs endiabrados

Aralis,a gatinha da blogosfera,sabes que adoro o teu blog????
bjs endiabrados

sonhos/pesadelos disse...

Art Of Love, já tive muitas más,nem vou entrar por aí,mas uma coisa sei...estou cá!!! e a adorar os teus comentários e blog...
bjs endiabrados

Homem de Ferro,o sorriso aparece por coisas tão simples amigo...é só saber prestar atenção!
bjs endiabrados

p.s- já te disse que escreves muitooooooooo bem?

sonhos/pesadelos disse...

A Teoria do Kaos,pela primeira vez apareces por aqui....obrigada!!!
bjs endiabrados

Enviar um comentário